Assessoria Prefeitura/Janete Ribeiro

Nesta sexta-feira, 28/12, por volta das 16:30 horas foi registrado um violento acidente na Rodovia Euclides da Cunha, sentido Rio Preto a Votuporanga, logo depois do trevo de entrada do Distrito de Simonsem.

André Luiz D. Takahashi, de 38 anos, estava conduzindo um veículo Ford Fiesta, modelo sedan, prata. Com ele estavam sua esposa Adriana Granzotto, de 35 anos, além da filha do casal, a bebê Letícia Granzotto, de 10 meses e a adolescente D. M. S., de 15 anos, parente do casal.

Ninguém sabe dizer ao certo o que aconteceu, mas relatos de pessoas que estavam nas proximidades dizem que André pode ter perdido o controle do veículo ao tentar fazer uma ultrapassagem. O carro derivou para a direita e atingiu em cheio um ônibus do DER - Departamento de Estradas de Rodagem, que estava estacionado no acostamento, com 8 funcionários que estavam roçando o mato das margens da rodovia.

O impacto foi tão forte que a frente do carro entrou debaixo do ônibus e deslocou o veículo cerca de cinco metros do local em que estava parado, capotando depois disso. O carro ficou completamente destruído.

O socorro foi rápido. Viaturas da Polícia Rodoviária, da Polícia Militar, da Perícia Científica, do Samu, do Corpo de Bombeiros, do D.E.R., além de caminhões guincho se deslocaram para lá.

Ao chegar no local as autoridades confirmaram que uma morte foi instantânea, a de André Takahashi, que dirigia o automóvel. A bebê Letícia estava em estado gravíssimo, com parada cardiorrespiratória. Ela foi levada para a Santa Casa de Votuporanga, mas já chegou sem vida no hospital.

Adriana Granzotto, esposa de Takahashi, também foi conduzida em estado grave para a Santa Casa. Ela foi levada direto para a U.T.I., passou por procedimento cirúrgico geral que terminou por volta das 21:20 horas. Em seguida iniciou procedimentos com a equipe de Ortopedia. Seu estado de saúde é considerado grave, mas estável. A adolescente D. M. S., de 15 anos, foi levada para o Hospital Unimed, com ferimentos leves.

Por volta das 23:30 horas os corpos de André Takahashi e de sua filha Letícia Granzotto, de 10 meses, chegaram no Velório Municipal de Votuporanga. Os dois caixões estão lacrados. O sepultamento será realizado neste sábado às 13:00 horas.

A Polícia Científica acredita que pode levar até um mês para o caso ser elucidado.

André Takahashi trabalhou por muitos anos como fotógrafo da Prefeitura de Votuporanga, mas desde o início de 2017 não fazia mais parte do quadro dos funcionários da Assessoria de Imprensa Municipal. Algumas das mais belas fotos do município foram registradas pelas suas lentes. Os comunicadores votuporanguenses estão em luto pela perda do colega de profissão. Um rapaz trabalhador, exemplar, que estava sempre sorrindo.

 

Image alt Image alt Image alt Image alt

Recomendadas para você