Votunews

A DIG, Delegacia de Investigações Gerais de Votuporanga, já havia identificado na tarde de terça-feira, mesmo dia em que foi encontrado, o corpo do homem que estava morto com as mãos amarradas e marcas de tiros na cabeça e diversas marcas de agressões pelo corpo, às margens do Córrego do Cabrito, próximo à Vila Carvalho, em Votuporanga.

Apesar da DIG não passar a informação para a mídia de Votuporanga, sites de Rio Preto e região já haviam sido esclarecidos. Trata-se de Michael Douglas Ferreira de Souza, de 23 anos. Ele foi reconhecido por familiares que haviam sido acionados pelos policiais.

O delegado responsável pelo caso, Dovairdes Carmona disse para um dos veículos de comunicação: “Mais detalhes a perícia é que vai poder apontar, mas, aparentemente, ele já estava morto há aproximadamente 24 horas quando foi localizado. Agora estamos colhendo informações com os familiares sobre possíveis desafetos e outras linhas de investigação para tentar identificar o autor desse crime”.

Ainda segundo a autoridade policial, a vítima tinha passagens criminais por tráfico de drogas e furto, mas não se sabe se há alguma ligação entre o assassinato e o seu passado.

 

Recomendadas para você