top of page
Buscar
  • Foto do escritorJanete Meire Ribeiro Cipriano

FERNANDÓPOLIS REGISTRA CASO DE RAIVA EM MORCEGO


A Vigilância Epidemiológica de Fernandópolis confirmou um caso de ‘raiva animal’ no município. O animal identificado é um morcego, que foi encontrado vivo no dia 25 de abril. O resultado do exame como positivo foi divulgado na última quinta-feira, 11/05.

Com a confirmação da circulação do vírus no município, pede-se que todos os órgãos e departamentos relacionados fiquem em alerta sobre sintomas da raiva em qualquer animal que possa ser afetado pela doença.

ORIENTAÇÃO PARA A POPULAÇÃO

A raiva é uma doença infecciosa transmitida entre animais e pessoas e tem grande impacto na saúde pública, com quase 100% de mortalidade.

A transmissão se dá pelo contato com a saliva de um animal infectado através de mucosa ou feridas abertas. Isso ocorre principalmente por meio de mordedura ou arranhadura.

O período de transmissibilidade varia de espécie a espécie, mas, em todos os animais, inclusive nos seres humanos, inicia antes do aparecimento dos sintomas e perdura durante o quadro clínico, até a morte.

Como a raiva ataca o sistema nervoso, acontece uma mudança de comportamento dos animais, mesmo os domésticos. Também pode ocorrer a agressividade. Estes são alguns dos sinais mais característicos da doença.

O vírus da raiva não tem tratamento. A única forma de prevenção é através da vacinação anual de cães e gatos. Por isso, é de extrema importância a vacinação dos animais.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page